22.9.11

hurt



tenho vontade de escrever, aliás, neste momento, estou a morrer de vontade. talvez porque este espaço sempre foi a minha terapia e o lugar onde eu não tinha medo de falar sobre o que sentia, o que sofria...
a palavra é mesmo essa, sim, eu estou a sofrer, às vezes sinto-me a sufocar também. 
como é que alguém pode magoar uma pessoa que se importa com ela? que reza por ela de noite e espera que o dia lhe corra bem? que ame ou que outrora amou? como é que se magoou-a uma pessoa à qual prometeu não fazer exatamente isso? 
é preciso ser de uma crueldade enorme, não? 
tenho saudades de como era tudo antes. quando estes problemas não existiam nem sequer passavam pela minha cabeça, quando não entravas na minha cabeça com o triplo da rapidez com que sais. 
mas o que mais dói não é isso... o que dói é ter as boas recordações, é ter coisas que só me lembram de ti, e saber que não voltarão a existir, sabes porquê? porque eu adivinhei isto tudo antes e tu me prometeste que nada de mal nos iria acontecer, que no máximo, ficávamos como dantes. mas não ficamos... não ficamos nem acredito que iremos ficar. na verdade não sei nada mais.


(fictício)


4 comentários:

sónia disse...

muito obrigada :)

Fi :) disse...

eu percebi amor :)

PaulaS disse...

percebeste, princesa?

Fi :) disse...

explicado porquê :)